QUALIFICAÇÃO – EAD

Direção Teatral

Conheça o Curso

O contexto da cena, a estrutura do ator e o desenho cênico. O curso tem por objetivo mostrar as fases de construção do diretor criador, como buscar referências, escolhas de linguagens, forma de tratamento com os atores e cronograma de montagem.

O curso consiste no exercício de direção no contexto do quadro, da cena, da desconstrução e fazer o intercâmbio da criação artística através de uma metodologia em que o artista trabalha com os conceitos teóricos e cênicos de forma dinâmica e objetiva, ou seja, aliar os conceitos técnicos e acadêmicos e sua forma prática de executá-la.

Trazer à tona o processo de criação do espetáculo a partir das experiências da direção. O conceito de direção, encenação e criação cênica.

O curso de Qualificação em Direção Teatral terá duração de 4 semanas, com videoaulas e materiais didáticos liberados todas às segundas-feiras.

Ao término do curso, com aproveitamento nas avaliações , em que a média será 6,0 (seis) o aluno receberá seu Certificado Digital, via e-mail, num prazo de 30 dias corridos.

MODALIDADE

EAD

DURAÇÃO

80h

PROFESSOR

Ribamar Ribeiro

Conheça o Professor

Ribamar Ribeiro é ator, diretor, dramaturgo, produtor, professor e sonoplasta. Possui Licenciatura em Artes Visuais e é Mestrando em Artes na UERJ. Já escreveu e dirigiu mais de 50 espetáculos teatrais. É Diretor Artístico de Os Ciclomáticos Companhia de Teatro e da CTI – Comunidade Teatral Independente.

Como Ator já trabalhou com André Paes Leme, Marília Martins, José da Costa e Nanci de Freitas e Antônio Abujamra. Possui mais de 40 prêmios em todo o Brasil. Professor da FUNARTE, SENAC Rio e SESC Rio. Ministrou oficinas e palestras nas Universidades: UNIRIO, UFBA, Universidade Rural e Estácio de Sá; e também em Festivais Internacionais: Lima – Peru, França e Alemanha. Em 2006 dirigiu o musical sobre samba: “É Isso Aí, Irajá!”, de Nei Lopes. Em 2013 escreve e dirige “Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro” vencedor do Prêmio Montagem Cênica do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Em 2015 recebe o Prêmio Internacional do Festival Internacional de Teatro Latino-americano em Lima no Peru como diretor e dramaturgo pela pesquisa de linguagem. Também participa do festival Santiago a mil na Comitiva Brasileira do Ministério da Cultura no Chile. Em 2018 foi jurado do Concurso de Dramaturgia para Infância e Juventude – FUNARTE – 2018. Em 2020 participa do Laboratório de Direção Cênica do X FESTEPE – Festival Internacional de Teatro y Performance em Chancay – Lima – Peru.